domingo, 19 de novembro de 2017

Spice and Walnut Bundt Cake - Bolo de Especiarias e Nozes

Desde que vi esta receita publicada no blog Brooklyn Homemaker sabia que tinha de a fazer. Ponderei não utilizar o cravinho, que é uma especiaria que não aprecio, mas decidi que seguiria a receita à letra. De facto, para o meu gosto, o cravinho não acrescenta valor  e na próxima vez que fizer o bolo não o utilizarei. Apesar de não ser um sabor dominante, nota-se que está lá e, definitivamente, não me agrada. Mas apesar do cravinho, o bolo é muito bom! Por isso, com cravinho ou sem ele, não deixem de o fazer. 
O meu bolo ficou um pouco seco, porque um telefonema me distraiu  e deixei cozer demasiado.
Fiz meia  receita, mas vou indicar os ingredientes para a receita completa


Ingredientes
(Chávena de 240ml)

3 chávenas de farinha sem fermento 
1 chávena de açúcar granulado
1 chávena de açúcar amarelo
4 ovos grandes
113g de manteiga à temperatura ambiente
2  c. chá de baunilha
300 ml de de buttermilk *
1/2 chávena de óleo
2 c. chá de fermento Royal
1 c. chá de sal fino
1 1/2  c. chá de canela
1 1/2  c. chá de gengibre em pó
1/2     c. chá de cravinho em pó
1/2     c. chá de noz-moscada, ralada na hora
1 chávena de nozes, picadas grosseiramente


Preparação

* Preparar o buttermilk juntando duas colheres de sopa de sumo de limão ou de vinagre a 280 ml de leite gordo. Reservar.
Pré-aquecer o forno a 180º
Untar e enfarinhar uma forma grande e meter no frigorífico enquanto faz o bolo.
Misturar as nozes  com uma colher de sobremesa de farinha, para não afundarem na massa.
Peneirar todos os secos e reservar.
Num jarro, misturar o óleo, o buttermilk e a baunilha.
Bater a manteiga e os açucares em velocidade alta até obter uma mistura cremosa ( 3 ou 4 minutos).
Juntar os ovos, um a um, não adicionando o seguinte sem que o anterior esteja bem misturado.
Acrescentar alternadamente a farinha e os líquidos, começando e acabando com a farinha.
Após a ultima adição, bater apenas até que esteja tudo bem misturado.
Juntar as nozes e e envolver na massa.
Verter a massa na forma e cozer durante 50 a 55 minutos ou até que um palito espetado no centro saia limpo. 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Feijoada de Cogumelos Portobello

Já vos confessei que se não fosse o facto de o P. ser um carnívoro do pior, eu  comeria muitas mais vezes refeições vegetarianas. Então se incluírem grão ou feijão, estou nas minhas sete quintas! Como durante a semana almoço sozinha, aproveito para fazer os meus pratinhos vegetarianos.
Um destes dias fiz uma feijoada de cogumelos ma-ra-vi-lho-sa, que vos deixo hoje aqui.


Ingredientes

1 frasco de feijão branco cozido - 540g (400g depois de escorrido)
1 cebola média, cortada em meias-luas
1 dente de alho, picadinho
1 tomate bem maduro, picado muito miudinho
2 cogumelos Portobello grandes, limpos e cortados em cubos 
1 cenoura média, cortada em rodelas não muito finas
1 curgete média, sem as sementes, cortada em meias-luas
1 folha de louro
60 ml de vinho branco
Sal qb
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de café de pimentão doce
Pimenta preta, moída na hora 
1 piri-piri (opcional)

Preparação

Refogar a cebola e o alho no azeite até a cebola ficar translúcida.
Juntar os cogumelos, e cozinhar até que a água que largam , seque.
Acrescentar o vinho branco e deixar reduzir.
Juntar o tomate e refogar até que esteja desfeito.
Acrescentar a curgete e a cenoura, temperar de sal e pimenta, juntar o piri-piri desfeito, o pimentão, e acrescentar 100 ml de água. Tapar e deixar cozinhar 10 a 15 minutos.
Finalmente, juntar o feijão e deixar cozinhar mais 10 minutos. Cinco minutos depois de

juntar o feijão, provar e rectificar temperos, se necessário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 21 de outubro de 2017

Empadão de Atum

Ontem chegámos às 19 horas  sem nada programado para o jantar. Como não tínhamos descongelado nada,   e havia atum e um pacote de puré Maggi na despensa, lembrei-me que era uma boa oportunidade para experimentar fazer um empadão de atum, que nunca tínhamos comido.
O P. concordou, mas nenhum de nós tinha grandes expectativas em relação ao que dali sairia... Como estávamos enganados! O raio do empadão saiu uma verdadeira delícia! Quando comecei a fazer, disse-lhe que ia tirar fotografias, porque se ficasse bom publicava. Ainda bem que o fiz porque não ficou bom, ficou  muito bom! Além disso, é muito rápido, comecei a fazer às 19h e às 20h estávamos a sentar-nos à mesa.
Se são como eu e nunca comeram, experimentem porque vale a pena.
As quantidades indicadas abaixo são para duas pessoas que comam muito ou três que comam normalmente. 


Ingredientes

1 saqueta de puré instantâneo Maggi
Leite
Manteiga
Sal
Pimenta Branca
Noz-moscada ralada na hora

2 latas de atum Tenório em azeite 
1 cebola média
1 dente de alho
1 tomate grande, bem maduro
1 colher de chá, rasa, de orégãos
Azeite 


Preparação

Pré-aquecer o forno a 225º.
Escorrer o atum e reservar.
Picar finamente a cebola e o alho para uma frigideira com o fundo coberto de azeite.
Deixar refogar até a cebola ficar bem  macia. 
Juntar o tomate muito picadinho, temperar com uma pitada de sal e uma pitada de pimenta  e deixar refogar 5 minutos.
Polvilhar com os óregãos e misturar.
Juntar o atum,  desfazer em lascas, com a colher de pau, misturar bem e deixar refogar mais um minuto. Apagar o lume e reservar.

Preparar o puré, fervendo 1/2 litro de água com uma colher de café de sal e 30 gramas de manteiga.
Quando a água levantar fervura e a manteiga já estiver derretida, retirar do lume e juntar 250 ml de leite frio.
Verter o conteúdo da saqueta de puré de uma só vez, e deixar repousar 30 segundos. 
Mexer vigorosamente para mistura bem, temperar com pimenta branca moída na hora e noz-moscada ralada na hora. Provar e, se necessário, juntar mais um pouco de manteiga.

Forrar o fundo de um tabuleiro pequeno (24cm x 19 cm) com metade do puré, cobrir com o atum e tapar com a outra metade do puré.  Fazer uns desenhos com um garfo, e levar ao forno até alourar.
Servir com salada de alface.


 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Bolo de Dióspiros e Nozes

Ontem, uma amiga que tem uma casa para os lados de Tomar onde tem muitas árvores de fruto, trouxe-me um tabuleiro com uns 20 dióspiros biológicos e deliciosos! Eu adoro dióspiros, mas não tenho como dar conta de tantos,  visto que o P. tem a mania que não gosta. Ela sugeriu que eu congelasse a polpa de alguns, em caixinhas, e eu lembrei-me que em tempos vi o chef Hernâni Ermida na TVI a fazer um bolo de dióspiros que me ficou debaixo de olho. Assim, congelei alguns, deixei os que estão menos maduros a amadurecer para comer ao natural, e fui ao site do chef Hernâni Ermida ver a receita para fazer o bolo.
E que bolo delicioso, só vos digo! Isto é uma desgraça, com tanto bolo bom com que a gente se cruza... Não há linha que resista😢.



Ingredientes

450g de polpa de dióspiros bem maduros (nada de pele)
1 c. de chá de bicarbonato de sódio
100g de manteiga amolecida
250g de açúcar amarelo
1 ovo
300g de farinha sem fermento
1 c. de sobremesa de fermento Royal
1 c. de chá de canela
1 pitada de noz-moscada, ralada na hora
100g de miolo de nozes picadas grosseiramente
Raspa de 1 laranja
Açúcar em pó para polvilhar


Preparação

Pré-aquecer o forno a 180º
Untar e enfarinhar uma forma de 23cm.
Polvilhar as nozes com uma colher de sobremesa de farinha, envolver  e reservar.
Com a varinha mágica, triturar a polpa dos dióspiros, juntar o bicarbonato, mexer bem e deixar repousar por 10 minutos.
Numa taça, misturar  a farinha, o fermento, a canela e a noz-moscada, e reservar.
Bater o açúcar com a manteiga até obter uma mistura cremosa.
Juntar o ovo e continuar a bater.
Acrescentar a polpa dos dióspiros ( que, depois de reagir com o bicarbonato, fica com uma consistência gelatinosa grossa) e bater até estar bem misturado.
Juntar a mistura da farinha, as nozes e a raspa de laranja e bater, em velocidade baixa,  até que esteja tudo bem incorporado.
Verter na forma, e cozer por 45 minutos ou até que um palito inserido no centro do bolo saia seco.
Deixar arrefecer durante 10 minutos dentro da forma, sobre uma rede, e depois desenformar sobre a rede e deixar arrefecer completamente.
Depois de frio, polvilhar com o açúcar em pó.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 23 de setembro de 2017

William Tell's Never-Miss Apple Cake Recipe

Acho que já vos disse que o Outono é a minha estação preferida. Por isso, é sempre com grande entusiasmo que procuro uma receita nova para lhe dar as boas vindas. Desta vez, a escolhida foi esta receita, que me pareceu para além de boa! Apesar de o nome dizer que é uma receita que nunca falha, houve um momento, quando juntei o recheio de queijo creme e o vi espalhar-se até às bordas da forma, em que eu temi que o desenformar do bolo corresse mal. No entanto,  o meu receio acabou por se mostrar infundado e, apesar de o recheio ser visível em alguns pontos, o bolo desenformou lindamente. E o sabor, senhores? Tal como eu imaginei, este é mais um bolo delicioso! Os americanos deixam muito a desejar em montes de coisas, mas em bolos são imbatíveis. 
Deixo apenas um aviso: este bolo é um bocadinho trabalhoso, tinha-me dado jeito um ajudante...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Louisa's Cake - Bolo de Ricotta e Limão

Este bolo é delicioso! A minha intuição não me enganou quando, há já mais de um ano, o marquei como um dos bolos que tinha de fazer. Depois de o provar, não me perdoo por ter demorado tanto a fazê-lo. A receita é do Food52 e apenas alterei a temperatura de cozedura. Medi os ingredientes em cups conforme indicado, mas pesei-os para poder dar a receita em gramas. Um conselho: não demorem tanto como eu a experimentar!

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 2 de setembro de 2017

Bolo de Iogurte e Limão

Já há mais de um mês que não saía um bolo do meu forno e eu já estava a ressacar 😋 Como queria aproveitar o bolinho que iria fazer, para publicar aqui no blog, fui à procura de sabores que nunca por aqui tivessem passado. E surgiu-me o limão.  Bom, não é bem verdade que bolo de limão nunca por aqui tenha passado, mas o que passou era light  e isso, para o efeito, não conta. Fui à minha loooonga lista de receitas que quero fazer, e encontrei esta que uma colega me deu há uns tempos e que me pareceu interessante.
Por acaso tinha todos os ingredientes, e meti mãos à obra.
Fica um bolo muito bom, com aquele saborzinho a limão, e é perfeito para acompanhar um chá, ao lanche ou ao pequeno-almoço.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...