domingo, 26 de março de 2017

Brownies de Caramelo da Filipa Gomes

Há tanto tempo que não publico nada, que já não sei se ainda me lembro como se faz... 
Desde que comecei o meu programa de reeducação alimentar não tenho feito coisas muito interessantes para publicar. Já passaram 11 meses e 25 kg foram à vida. 
Continuo a comer de forma saudável e equilibrada, a fazer as minhas caminhadas e, de vez em quando, a comer uma fatiazinha de bolo.
Este fim de semana decidi fazer uma receita da Filipa Gomes, exibida no programa Prato do Dia do 24Kitchen. 
Já tinha comido estes brownies antes de começar a fazer dieta, feitos por uma colega, e fiquei completamente doida com eles!
Por isso, quando o filho do P me pediu brownies, decidi que tinha de fazer esta receita.

Dão um bocadinho de trabalho ( na televisão parece tudo tãaaõ fácil...),  e a segunda metade da massa custa um bocadinho a espalhar (gostava de saber se há uma forma de fazer a massa continuar fluída depois de meia hora de espera) mas valem muito a pena. 

Como tive alguma dificuldade em espalhar a segunda metade da massa, o caramelo borbulhou um pouco e passou para cima em alguns sítios. Mas só vos digo: é  das coisas mais deliciosas que há! Adoro a Filipa e as receitas dela!

Quando me lembrei que podia publicar já faltavam alguns quadrados. 


Ingredientes

Massa

400  gr de caramelos de leite
220 gr de manteiga sem sal
350 gr de chocolate amargo (usei Pantagruel, 70% de cacau)
270 gr de açúcar
4 ovos XL
150 gr de farinha sem fermento
1/2 c. chá de sal fino
1 c. chá de extracto de Baunilha

Caramelo

400gr de caramelos (em rebuçado)
80 ml de natas
Uma pitada de sal marinho
 
1 chávena de avelãs torradas picadas
1 chávena de pepitas de chocolate (opcional - não usei)




Preparação

Pré-aqueça o forno a 180º
Unte um tabuleiro rectangular com manteiga, forre com papel vegetal volte a untar, e reserve.
Leve ao microondas uma taça com a manteiga  e o  chocolate partido aos quadradinhos. Aqueça de 30 em 30 segundos e vá mexendo até o chocolate e a manteiga estarem derretidos.
Junte a esta mistura os 4 ovos, e bata.
Adicione de seguida o açúcar, e bata.
Junte a farinha peneirada, e bata em velocidade baixa até estar toda envolvida.
Adicione uma pitada de sal fino e uma colher de chá de extracto de baunilha. Envolva bem até ter uma massa homogénea e verta metade da massa no tabuleiro.
Leve ao forno durante 20 minutos.
Enquanto isso, prepare a camada de caramelo: coloque num tacho ao lume as natas e os caramelos.
Adicione um pouco de sal e mexa  de vez em quando até o caramelo estar dissolvido e envolvido nas natas.
Depois de retirar o tabuleiro do forno e deixar arrefecer, verta  o caramelo sobre a massa. 
Espalhe parte das  avelãs picadas por cima do caramelo,  deite a restante massa de chocolate e polvilhe com as restantes avelãs. Se decidir usar pepitas de chocolate, devem ser espalhadas juntamente com as avelãs.
Leve ao forno  mais 20 minutos. 
Se gostar do brownie mais cozido, deixe mais 5 minutos. Eu adoro assim.
Retire o brownie do tabuleiro, e deixe-o arrefecer numa rede, antes de o cortar.
 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 22 de maio de 2016

Bolo de Limão e Quark

No plano alimentar que estou a seguir, é permitida uma asneira semanal, de preferência em dia fixo, que no meu caso é no domingo. Antes de consultar a minha Nutricionista, eu pensava que era "um dia da asneira" em que podíamos comer o que nos apetecesse. Mas não é ... é um dia em que podemos fazer uma, e só uma, asneira à nossa escolha.
O açúcar está completamente banido da minha alimentação e, como é visível pelas minhas publicações, eu adoro bolos e doces. Posso mesmo dizer que aquilo de que mais sinto falta nesta dieta,   é de comer umas fatiazinhas de bolo.
Por essa razão, decidi que a minha asneira de hoje seria uma fatia de bolo, para acompanhar um chá verde, no primeiro lanche da tarde. Mas, ainda assim, não queria que o bolo fosse muito pecaminoso, com muito açúcar e gordura. Lembrei-me, então, de um bolo vegan do blog Compassionate Cuisine, que me tinha agradado muito. Como não sou vegan, adaptei-o ao meu gosto. 
Não posso dizer que seja o melhor bolo do mundo, longe disso, mas  cumpriu na perfeição a sua função. Trouxe-me um sabor doce e cítrico, que me agradou muito. Não é fofo como os bolos que levam manteiga ou óleo, mas tem uma textura agradável.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Guisado de Grão e Brócolos

Como já vos disse, estou em dieta há quase um mês e estou a seguir, rigorosamente, o plano alimentar que a minha nutricionista traçou. Já perdi 4 kg, mas ainda tenho muito caminho pela frente. 
Não estou a encarar este processo como uma dieta, mas sim como uma reeducação alimentar. Quando atingir o meu peso saudável não posso, nem quero, voltar a engordar. Na minha idade é uma questão de saúde, muito mais do que de estética.
Comer de forma saudável, não significa comer só cozidos e grelhados. Os estufados e assados, desde que confeccionados da maneira certa, são permitidos.
Hoje, depois de uma sopa de legumes (obrigatória, ao almoço e jantar) deliciei-me com este guisado de grão.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Polvo Frito

Cá em casa adoramos polvo de todas as maneiras e feitios. Mas a forma como eu gosto mais, é frito. Na mesa de Natal na casa da minha Mãe, nunca faltava polvo frito e na minha também não pode faltar. O P nunca tinha comido até passar o primeiro Natal comigo e agora gosta tanto dele como eu.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Pavlova de Morangos e Doce de Morango

Esta publicação deveria ter sido feita ontem, mas os senhores da NOS tinham outros planos para mim.

Há muito tempo que não participo nos desafios do grupo Dia Um...Na Cozinha.
Como entrei há uns dias em dieta, desta vez acompanhada por uma nutricionista, ainda ponderei não participar atendendo a que o tema, Pavlovas,  é muito pouco light. Por outro lado, pensei que seria um bom teste à minha força de vontade, e decidi avançar.
Não provei a Pavlova, mas tive indicações de que estava deliciosa! A receita  é baseada nesta do Cabaret do Goucha, com uma cobertura de chantilly, e morangos.
Nunca tinha feito, nem comido, Pavlova. Continuo sem ter comido, mas já aprendi alguma coisa. A minha Pavlova ficou baixa porque eu espalhei o merengue num circulo demasiado grande.Para a próxima já não repito o erro.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 19 de abril de 2016

Bolo de Laranja com Azeite

Quando vi este bolo maravilhoso no blog Bocadinhos de Açúcar, fiquei cheia de vontade de o fazer. Mas como não tinha todos os ingredientes, adaptei a receita e fiz este, simples mas delicioso,  bolo de laranja. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 16 de abril de 2016

Tarte de Pastel de Nata

Esta receita foi-me dada por um colega, que a levou para o trabalho no seu aniversário.
Já foi feita na altura do Natal, mas estava por aí perdida.
É uma tarte muito boa e não é demasiado doce.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...